Ballet e outras”cenas de menina”

Foto de António Casalinho.

(foto facebook António Casalinho)

Foi esta a foto que usei para mostrar às minhas filhas que não há “cenas” de menina nem “cenas” de menino. O António é um menino e dança como gente grande!  Tenho cometido o erro de incentivar as minhas filhas para as típicas ocupações femininas e no outro dia levei um murro no estômago quando a mais velha me diz que o futebol é coisa de meninos. “Coisa de meninos”? Caraças, tenho feito tudo ao contrário! Esforcei-me para lhe explicar que pode ser o que quiser, fazer o que quiser e que não é por ser menina que terá menos oportunidades que os meninos. Estamos a falar de putos na escola , não pode haver “cenas de menino ou de menina”.

Mas ela é observadora e até já foi ver jogos de futebol e claro não há meninas, nas cadernetas dos cromos não aprecem meninas a jogar futebol, só meninos.

Valeu mais uma pesquisa na net , mais uma conversa séria sobre como as mulheres são importantes na sociedade e como são capazes de fazer ou ser o que quiserem desde que queiram e se empenhem. Estive quase para a inscrever numa escola de futebol para crianças mas querem ver a estupidez: é só para meninos ! ou pelo menos, esta era…. “pois, é que sabe há competições e as equipas não são mistas,,,,”

Anda uma mãe a criar uma filha para a igualdade de género e depois é isto o que se vê!

Por isso…. parabéns António pelo prémio merecido e por me ajudares a mostrar às minhas filhas que o ballet não é só para meninas.

Parabéns António por seres empenhado e persistente e por levares tu também o nome de Portugal ao Mundo.

Parabéns aos pais do António por terem apoiado o filho numa atividade que muitos considerariam estranha para um menino. Aplaudo de pé !

Quanto a nós , portugueses  devíamos estar orgulhosos e aprender com as evidências. Somos bons , somos grandes , por isso deixemo-nos de “merdas” e vamos educar para a igualdade, seja o puto que quer dançar uma musica lamechas ou a miúda que quer esfolar os joelhos a jogar futebol, porque neles pode residir o talento e o talento não olha ao sexo .

Sofia Franco

(sem filtros)

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s